Sesi MT desenvolve projeto de manejo clínico para casos de Covid-19 em indústria

08/10/2020 - 09h10

O Serviço Social da Indústria (Sesi MT) iniciou o projeto piloto de manejo clínico para casos de Covid-19 na indústria Plastibras Produtos Industriais, em Cuiabá. O objetivo é apoiar a empresa durante a pandemia, no sentido de diagnosticar precocemente os trabalhadores suspeitos de estarem acometidos pela doença, atuar na orientação e implementação de planos de retorno ao trabalho e aumento gradual e seguro das atividades produtivas.

Fazem parte da estratégia: monitoramento periódico; acompanhamento clínico pelo Sesi dos trabalhadores com sintomas, desde a avaliação inicial pelos profissionais até um possível encaminhamento hospitalar; e resolução da doença. “Além disso, traçamos plano para o momento de definir as condutas a serem tomadas para o retorno ao trabalho: sem restrições ou adoção prévia de condutas administrativas pela empresa”, explica a coordenadora de Saúde e Segurança do Sesi MT, Adriana Reis.

De acordo com ela, a equipe do Sesi MT, juntamente com os profissionais do setor de Recursos Humanos da empresa, realizou a sensibilização e orientação para os funcionários sobre a testagem em massa para a Covid-19 e sobre o projeto. Até o final de setembro, mais de 120 trabalhadores e prestadores de serviços foram testados.

O trabalhador é monitorado ativamente durante toda fase. Além deles, passarão pelo testes dependentes diretos, cônjuges e filhos. “A ideia é abranger também os familiares, no intuito de massificar as orientações sobre o isolamento domiciliar, nos casos de testes positivos, cuidados com a higiene e procedimentos a serem adotados em casa”, informa Adriana, destacando que também serão adotadas medidas para a redução da propagação do vírus e índices de contaminação.

A coordenadora lembra ainda que o projeto engloba teleconsultas de enfermagem e médica e definição de protocolo. “Nesta fase, é definido, por exemplo, tempo de afastamento, monitoramento diário ou a cada 48 horas do estado de saúde e evolução da doença e prestar todas as orientações ao trabalhador”.

Redução de riscos

O manejo clínico é essencial para o processo de identificação precoce, de casos do novo coronavírus, sobretudo nas indústrias que neste momento de pandemia estão investindo na melhoria dos espaços com as adequações exigidas pelos órgãos governamentais para manter o ambiente de trabalho saudável e propício ao bem-estar dos colaboradores.

Para a Adriana Godoi Camilo, supervisora de Recursos Humanos da Plastibras, o projeto é uma forma de impactar na redução do risco de contaminação e preservar a saúde, contribuindo para a manutenção de emprego e renda.

“Os testes realizados na empresa são de suma importância, pois conseguiremos identificar o colaborador assintomático e isolar este profissional dos demais, evitando a propagação do vírus. A identificação precoce é importante, pois aumenta a segurança dos colaboradores e da empresa. Iniciativas como essa realizada pelo Sesi são importantíssimas, pois vão impactar positivamente no combate à disseminação da Covid-19”.

De acordo com ela, a pandemia permitiu um momento único de reflexão e deixa para um aprendizado enorme. “Conduzimos nossos processos da melhor forma possível, e agora com a retomada da economia nossa produção está a todo vapor. A Plastibras implantou rigorosos protocolos de segurança sempre pensando no bem estar dos nossos colaboradores”, afirma.

A supervisora cita ações como intensificação dos protocolos diários de limpeza em todas as instalações e na fábrica; sanitização profissional em todos os ambientes da empresa; aferição de temperatura na entrada da empresa; rotinas diárias de conscientização para a proteção contra o vírus através de comunicados, murais, panfletos etc; além da testagem em massa e outros procedimentos.

Testagem

As empresas que aderirem aos serviços de testagem realizados pelo Sesi MT poderão realizar o agendamento do teste rápido para diagnóstico da doença, por meio do teleatendimento, evitando aglomerações e consequentemente o risco de contágio.

Outro diferencial é que a instituição fornece a empresa e aos trabalhadores um atendimento rápido, especializado, de qualidade e preciso quanto à realização do procedimento, minimizando deslocamentos desnecessários e exposição dos indivíduos com suspeita em ambientes onde estão suscetíveis a outros agentes infecciosos e também a possibilidade de disseminar a contaminação.

Acompanhe o Sistema Fiemt nas redes sociais:

Sistema Federação das Indústrias no Estado de Mato Grosso
Avenida Historiador Rubens de Mendonça, 4.193 - Centro Político Administrativo
Cuiabá - MT / CEP 78049-940 | Fone: (65) 3611-1500 / 3611-1555